domingo, 11 de dezembro de 2016

Concurso Nacional de Leitura


Feira do livro

Terminada, com o sucesso esperado, a Feira do Livro de 2016. As exposições, as leituras dramatizadas, as leituras na rádio... que decorreram no átrio, receberam os cerca de 700 alunos da escola e alguns membros da comunidade local, o que deixa a equipa da biblioteca “muito satisfeita”.




Glória Dias na nossa escola


Estudou no AEG, afirmou-se na internet com muitos seguidores. E agora editou um livro "O Diário da Rapariga dos Saltos". Glória Dias  é uma cronista da geração que cresceu com a internet mas que não se afastou do quotidiano para além do virtual… como podemos verificar no dia 9 de dezembro na nossa escola.   
Num discurso cativante a Glória falou-nos livro,  do que a motivou a escrevê-lo, e a forma como as histórias do livro “vieram ao seu encontro”, num diálogo aberto,  com a cerca de 2 centenas de colegas que enchiam o auditório, ouviu|refletiu sobre as suas dúvidas.


sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Dia Mundial dos Direitos Humanos



O Dia Mundial dos Direitos Humanos é celebrado anualmente a 10 de dezembro, no dia em que a Assembleia Geral das Nações Unidas proclamou, em 1948, a Declaração Universal dos Direitos Humanos, onde se enumerava os direitos básicos que devem assistir a todos/as os/as cidadãos/ãs.

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Feira do livro| Prémios dos concursos Mensais

Numa das visitas à feira do livro os alunos vencedores dos concursos mensais receberam o certificado... e no mês de novembro (onde se comemorou a semana da cultura científica) também com a colaboração do área disciplinar de Físico-Química
A concorrer também se aprende| se investiga e ganha prémios.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Feira do livro

A Feira do Livro está a decorrer de 5 a 9 de dezembro e conta com a tua visita. 

Os objetivos desta iniciativa são, sobretudo,  divulgar o livro como ferramenta de estudo e de cultura e promover hábitos de leitura junto do público mais jovem. Ao longo da semana, para além do contacto com as novidades editoriais haverá animação de leitura, uma conversa com Glória Dias, programas de rádio e muito mais!


Não deixes de nos visitar ;)!!!!
Uma excelente oportunidade para fazer compras de Natal, para miúdos e graúdos. A Feira do Livro AEG fica à vossa espera. Boas leituras! 

 

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

O dia da Restauração da Independência, 1 de dezembro!

"As armas e os barões assinalados,
que da ocidental Praia Lusitana,
por mares nunca de antes navegados,
passaram ainda além da Taprobana,
em perigos e guerras esforçados,
mais do que prometia a força humana,
e entre gente remota edificaram
novo Reino, que tanto sublimaram;

E também as memórias gloriosas
daqueles Reis, que foram dilatando
a Fé, o Império, e as terras viciosas
de África e de Ásia andaram devastando;
e aqueles, que por obras valerosas
se vão da lei da morte libertando;
cantando espalharei por toda a parte,
se a tanto me ajudar o engenho e a arte."
(Os Lusíadas, Luis de Camões, Canto I)


O dia da Restauração da Independência, 1 de dezembro, é um feriado nacional.
Neste dia celebra-se a revolta iniciada em 1640 contra a ocupação de Portugal por Espanha, pela dinastia filipina... este foi, sem dúvida, um dos grandes feitos que Camões enaltece em "Os Lusíadas".  
Naquele tempo a ideia de recuperar a independência ganhava cada vez mais terreno e a ela iam aderindo todos os grupos sociais do Povo aos nobres passando pelo clero e pelos burgueses.
(Nota: A partir de 2013, como parte de medidas que visavam aumentar a produtividade, o governo português decidiu eliminar o feriado de 1 de dezembro. Felizmente, a comemoração da Restauração da Independência Portuguesa foi retomada como um feriado em 2016.)

Conhece um pouco da história:

Tudo começou em finais do séc. XVI: o rei de Portugal era D. Sebastião. Em 1578, D. Sebastião morreu na batalha de Alcácer-Quibir, no norte de África. Portugal ficou, assim, sem rei, pois D. Sebastião era muito novo e ainda não tinha filhos, não havia herdeiros directos para a coroa portuguesa.
Assim, quem subiu ao trono foi o Cardeal D. Henrique, que era tio-avô de D. Sebastião. Mas só reinou durante dois anos porque nem todos estavam de acordo com ele como novo rei.
Em 1580, nas Cortes de Tomar, Filipe II, rei de Espanha, foi escolhido como o novo rei de Portugal. A razão para a escolha foi simples: Filipe II era filho da infanta D. Isabel e também neto do rei português D. Manuel, por isso tinha direito ao trono.
Nesta altura, era frequente acontecerem casamentos entre pessoas das cortes de Portugal e Espanha, o que fazia com que houvesse espanhóis que pertenciam à família real portuguesa e portugueses que pertenciam à família real espanhola.
Durante 60 anos, viveu-se em Portugal um período que ficou conhecido na História como “Domínio Filipino”. Depois do reinado de Filipe II (I de Portugal), veio a governação de Filipe III (II de Portugal) e Filipe IV (III de Portugal). Estes reis governavam Portugal e Espanha ao mesmo tempo, como um só país.
Os portugueses acabaram por revoltar-se contra esta situação e, no dia 1 de Dezembro de 1640, puseram fim ao reinado do rei espanhol num golpe palaciano (um golpe só para derrubar o rei e o seu governo).
Também havia defensores do rei espanhol em Portugal. Mas o povo não gostava disso porque o País não era
governado com justiça e havia muitos problemas e ataques às províncias ultramarinas e, especialmente, ao Brasil.
Na altura, a Duquesa de Mântua era vice-rainha e Miguel de Vasconcelos era escrivão da Fazenda do Reino. Tinha imenso poder.
No dia 1 de Dezembro de 1640, os Restauradores mataram-no a tiro e foi defenestrado (atirado da janela abaixo) no Paço da Ribeira.
Filipe III abandonou o trono de Portugal e os portugueses escolheram D. João IV, duque de Bragança, como novo rei.
O dia 1 de Dezembro passou a ser comemorado todos os anos como o Dia da Restauração da Independência de Portugal, já que o trono voltou para um rei português.
(Fonte: informação disponibilizada pela Texto Editora)

Informação mais detalhada numa Biblioteca perto de ti ;)

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Feira do livro

A Feira do livro também é a festa da leitura,  porque ler é um prazer que deve ser partilhado, assim a equipa da Biblioteca promove mais uma edição da Feira do Livro, de 5 a 9 de dezembro na Escola Secundária de Gouveia e Escola Básica de Vila Nova de Tazem e de 12 a 19 na Escola Básica de Gouveia.
Aí encontrarão os maiores grupos editoriais do país, possibilitando o contacto direto com o livro a todos os que a visitarem. Para além dos livros, os visitantes poderão esperar animação de leitura nos vários espaços.
Destacamos a sessão de autógrafos com Glória Dias (ex aluna da Escola Secundária) presente na Feira do Livro AEG, no dia 9 de dezembro na Escola Secundária, das 10h00 às 12h00 e na Escola Básica de Vila Nova de Tazem das 14h00 às 15h00. Uma oportunidade para adquirir o seu exemplar de "O Diário da Rapariga dos Saltos", e assinar o mesmo, com uma dedicatória da autora. Ainda no mesmo dia, em direto, Emissão especial da Antena Livre, a partir da Escola Secundária de Gouveia. 

Todos os livros à venda terão um desconto de 10% sobre o preço de capa.

Aguardamos a visita das turmas, durante esta semana, bem como dos respetivos encarregados de educação e da comunidade em geral. 


Parcerias: Biblioteca Municipal, Leya na Pretexto, Editora Educação Nacional, Rádio Antena Livre.



quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Imagens à procura de histórias...

O Concurso Literário que se realizou no Mês Internacional da Bibliotecas Escolares... e as imagens disponibilizadas pela Biblioteca Escolar encontraram histórias fantásticas escritas pelos nossos alunos do 3º ciclo e Ensino Secundário, que deram outra vida da imagem, um faz de conta, que as  tornou numa janela aberta à imaginação... e à escrita. Obrigada a todos os participantes e parabéns aos vencedores.

Semana da Cultura científica


O AEG  comemorou a Semana Nacional da Cultura Científica (o evento foi dinamizado pela equipa da biblioteca em parceria com grupo de físico-química). O dia da cultura científica, 24 novembro, foi instituído em 1997 para comemorar o nascimento de Rómulo de Carvalho e divulgar o seu trabalho na promoção da cultura e no ensino da ciência. Este ano, no átrio da escola com a Exposição " Cientistas que fizeram história" (Elaborada pelos alunos do 8ºano) e com a representação da peça Breve História da Lua, de António Gedeão pelos alunos do 7ºB para os colegas do 7º ano. A peça tem como tema a Lua e as suas fases e centra-se nas personagens Jerónimo e Agapito que, em conversa com o "Astrónimo" (como lhe chama Jerónimo) e com a ajuda de um telescópio  conseguem tirar algumas as dúvidas que a lua lhes desperta. Para além da peça, ouviu-se o poema "Pedra Filosofal"

A história parte da lenda que conta que as manchas da lua se devem a um homem que está lá preso por ter trabalhado ao domingo. Depois de esclarecida a confusão, Jerónimo e Agapito continuam com algumas dúvidas, que ao longo da peça, com muita brincadeira à mistura, vão sendo esclarecidas e a lua já não engana ninguém ;).

Nesta semana foi esta a homenagem a Romulo de carvalho|António Gedeão, o físico que nasceu poeta.




quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Concursos mensais

Foram estes os nossos vencedores dos concursos mensais em outubro. Parabéns a todos...


Divulgação do Concurso Nacional de Leitura

Tendo sempre em vista o prazer de ler e o incentivo ao ato concreto de ler e de estar em contacto com os livros,  a equipa da biblioteca realiza, neste momento, uma ação de sensibilização em todas as turmas da escola para a importância da leitura no nosso desenvolvimento|crescimento pessoal. Neste contexto, incentiva à participação no Concurso Nacional de leitura, encarada como um contributo importante  para a promoção dos hábitos de leitura e  melhoria dos níveis de literacia desenvolvendo uma cultura de leitura.



As inscrições estão a decorrer na biblioteca ou junto do teu professor de português... porque ler é muito mais do que um prazer... é algo que nos define como seres humanos.



terça-feira, 15 de novembro de 2016

Semana da cultura científica

Em 1997, 24 de Novembro foi instituído como o Dia Nacional da Cultura Científica, comemorando o nascimento de Rómulo de Carvalho e o seu trabalho na promoção da cultura científica e no ensino da ciência. Esta data insere-se na Semana da Cultura Científica promovida pelas áreas disciplinares de Fisíco-quimíca em parceria com a Biblioteca.

Nesta semana, em destaque:

Exposição "Cientistas que fizeram história" (em elaboração pelos alunos 8º ano)" Quem são os  cientistas que fizeram história? (pelo menos alguns) Como trabalham? O que investigam? Que resultados obtêm?”

No dia 22, antes da observação noturna, a dramatização de um excerto de "Breve História da Lua". Neste espectáculo, encenado pela Equipa da BE em parceria com a área disciplinar de Físico-química, os alunos vão  contar|descobrir  toda  a  verdade  sobre  a  lua  com  a   ajuda  de  Bonecos,  projeções  de  imagens,  música,   muita  festa  e  alegria...


Nota: Neste mês, também, o biblioquiz testa os teus conhecimentos sobre Ciências Físico-Químicas, ainda disponível até 28 de novembro neste blogue.

O que é doce nunca amargou!!!

Para que o provérbio continue a ser um facto, realizou-se mais uma ação de sensibilização e avaliação do Risco de Desenvolvimento da Diabetes Tipo 2, desta vez, no Bar da Escola Básica de Vila Nova de Tazem. Esta iniciativa, gratuita, foi dirigida a toda a comunidade escolar, desenvolveu-se no âmbito da comemoração do Dia Mundial da Diabetes. Organizada numa parceria entre o PES, Biblioteca Escolar e Centro de saúde.



A Diabetes afeta cerca de 366 milhões de pessoas em todo o mundo e cerca de 1 milhão de Portugueses. A cada 7 segundos morre no Planeta Terra uma pessoa devido à diabetes. Em 2030 o número de diabéticos chegará aos 552 milhões. A diabetes tipo 2, que constitui 95% dos casos de diabetes, é um flagelo mundial em crescimento, que constitui uma ameaça às nações do mundo tão grave como guerras e catástrofes naturais.


quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Concurso Nacional de Leitura 2016/2017

O agrupamento vai participar no Concurso Nacional de Leitura, que é promovido pelo Plano Nacional de Leitura, em articulação com a RTP, com a Direção-Geral do Livro e das Bibliotecas (DGLB), com a Rede das Bibliotecas Escolares e com o Camões - Instituto da Cooperação e da Língua (Camões, IP). Este concurso tem como objetivos estimular o treino da leitura e desenvolver competências de expressão escrita e oral.
As obras selecionadas na 1ª Fase, a nível de escola, são para o 3º ciclo “O Principezinho”, de Antoine de Saint-Exupéry, e “História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar ”, de Luis Sepúlveda. Para o secundário O conto “O lagarto” in Bagagem de um viajante  de José Saramago, e “As Esquinas do Tempo”, de Rosa Lobato Faria. 
Nesta fase, pretendem apurar-se 3 vencedores em cada nível – 3º ciclo e secundário – que competirão,  numa 2ª fase Distrital.  
A prova, da 1ª Fase, a nível de escola,  realizar-se-á na primeira semana de janeiro.  
As inscrições estão a decorrer até ao dia 9 de dezembro de 2016, junto do professor de Português ou na biblioteca.
 

domingo, 30 de outubro de 2016

Todos iguais! Todos diferentes!



Para comemorar o dia internacional das Bibliotecas Escolares a BE da Escola Secundária recebeu a visita de alguns utentes do Centro de Atividades Ocupacionais da ABPG (CAO), que uma conversa informal refletiram e conheceram os diferentes espaços da Biblioteca e Escola.

Os utentes foram, ainda, recebidos com uma leitura encenada, baseada na obra “O aprendiz de palavras" de Vanda Gato. As portas da Biblioteca fecharam-se, as luzes apagaram-se e os dois dicionários da biblioteca pensonharam. E o que será isto de pensonhar? ...Basta fechar os olhos, pensar em palavras e deixar a magia acontecer…

Era uma vez na Biblioteca da Escola Secundária de Gouveia…e as palavras desencadearam um processo inevitável em todos nós…

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Livros que fizeram história

Exposição no âmbito das comemorações do mês internacional das bibliotecas escolares. Entre os dias 24 de outubro e 4 de novembro, a editora Santillana disponibilizou ao Agrupamento de Escolas de Gouveia, a sua exposição itinerante intitulada «Livros que fizeram história». É a própria editora que caracteriza a exposição como um conjunto de   painéis que divulgam livros mundialmente reconhecidos pela sua importância , não só à data da publicação mas também na atualidade, contendo imagens das obras e dos seus autores, excertos, curiosidades e contexto histórico sócio-cultural da sua publicação. 9 destes painéis estarão patentes no átrio da Escola Secundária e 5 na entrada da Escola Básica de Vila Nova de Tazem. Uma oportunidade para professores, alunos e comunidade educativa (re)verem, nos painéis, livros e autores que marcaram o conhecimento/cultura, até aos nossos dias, em diversas áreas do saber, da Literatura às Ciências Sociais, Físicas e História.

terça-feira, 18 de outubro de 2016

Aprender com a Biblioteca Escolar!


Com esta atividade pretendemos que os utilizadores da biblioteca escolar adquiram conhecimentos sobre o funcionamento e organização da BE e que sejam capazes de utilizar os seus recursos no dia-a-dia. Assim, porque entendemos que a aquisição destas competências seja de extrema importância no sentido de os tornar cada vez mais autónomos e, para que possam ter mais sucesso na realização dos seus trabalhos e no seu processo se ensino/aprendizagem as sessões de formação de utilizadores no mês de Outubro, constituem mais uma forma de comemorar o Mês Internacional das Bibliotecas Escolares.